Imagem da casa de Evo Morales em Cochabamba, que foi invadida após sua renúncia, em 10 de novembro de 2019 — Foto: Associated Press

O Parlamento da Bolívia recebeu nesta segunda-feira (11) a carta com o pedido de renúncia de Evo Morales à Presidência do país. No texto, obtido pelo jornal "El Deber" e pela agência EFE, o ex-presidente afirma que se retirou do poder devido a "um golpe de estado político cívico policial".

veja matéria completa aqui